Obtenha o Flash agora!

Para ouvir ou exibir este conteúdo, será preciso atualizar a sua versão do Flash.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Nova música no YouTube

Como anteriormente anunciado, no sábado passado fizemos nova apresentação em Curitiba/PR, e desta vez o Sunseth Midnight foi atração do festival Bio Dementia, que completou cinco anos de existência.

Era uma ocasião especial, tanto pelo fato do importante evento comemorar meia década de atividades quanto para a banda, que há tantos meses estava afastada dos palcos por trabalhar na composição de um novo álbum. Especial, também, por ser um show em Curitiba, cidade possuidora de um público maravilhoso. Então, devido a tudo isso, decidimos que era hora de apresentar algo novo, diferente, e optamos pela inclusão de duas músicas novas, 'Taste Of Sin' e 'Dancing In The Dark', outras do "Sun Seth" que nunca tínhamos tocado ao vivo ('Sun Seth' e 'Bleed Me'), e surpresas no quesito covers, estas supridas com 'Cyanide' (Deathstars) e 'Brandon Lee' (The 69 Eyes). As demais do set foram 'Where I Belong', 'The Night's Still Young', 'Love Chaser', 'Loneliness', 'Stop Haunting Me', 'Burning The Night For You', 'Say Just Words' (Paradise Lost) e 'Lost Boys' (The 69 Eyes). Foi um show longo e tivemos alguns problemas com o som, mas saímos muito satisfeitos do palco, principalmente pela calorosa recepção que as duas músicas novas tiveram. Eu sei que algumas pessoas sentiram falta da 'Nosferatu', 'The Bat' e '(She's Not) Innocent', mas prometo que elas serão tocadas quando retornarmos à cidade... E isso não vai demorar!

Como os presentes puderam perceber 'Taste Of Sin' tem uma sonoridade que remete o ouvinte diretamente ao nosso primeiro álbum, a composições mais diretas e bombásticas no padrão Gothic Rock/Metal. Já 'Dancing In The Dark' é diferenciada, mais eletrônica, pesada e, como o título diz, "dançante". É uma música cuja forma embrionária foi por mim gerada há alguns anos e agora decidi dar para ela uma "cara final" - creio que ela será um dos destaques do próximo álbum. Até estarmos em estúdio estas serão todas as informações disponíveis acerca do material.

A 'Sun Seth' foi usada na abertura, tocamos toda a parte inicial dela (até onde entra o canto), e em seguida emendamos a 'Bleed Me' - na íntegra. Prefiro não entrar em detalhes no momento, pois nada está certo, mas tenho sérios planos para o futuro da 'Bleed Me'... Nos covers, a 'Cyanide' ficou bem legal, agitando bastante, assim como a 'Brandon Lee'. Esta última já havia sido tocada pelo Sunseth Midnight antes, nos longínquos dois primeiros shows da história da banda, mas desde então se encontrava "latente".

Disponibilizamos alguns vídeos do show no YouTube e o primeiro a ser apresentado neste Blog será o da 'Dancing In The Dark', que pode ser acessado por este Link ou assistido no final do post. Em alguns dias adiciono ou outros por aqui. Fotos já estão disponíveis no Picasa.

Encerro agradecendo ao Sérgio Mazul, Pedro Machado e toda a equipe do Neural Machine por propiciarem ao Sunseth Midnight a oportunidade de integrar o cast deste evento e aos nossos amigos Christian, Denis, Fernando, Leandro e Eloi, do Der Wahnsinn - vocês são ótimos e a viagem foi demais! -, e Fernando Nahtaivel (ainda faremos outros shows juntos!). E "special thanks" para Marcelo Carezzato, Razor B e Sérgio (de novo), que se juntaram ao Sunseth Midnight no palco com participações especialíssimas em, respectivamente, 'Love Chaser', 'Loneliness' e 'Stop Haunting Me'.

Retorno a este Blog antes do Papai Noel...

Ricardo Campos
IN GOTH WE TRUST

SUNSETH MIDNIGHT
Dancing In The Dark


Nenhum comentário:

Cadastrar e-mail: